22/09/2012

Paquistão oferece recompensa de US$ 100 mil pela morte de diretor de filme

O governo do Paquistão ofereceu, neste sábado (22), uma recompensa de US$ 100 mil pela morte do diretor do filme que ofenderia o profeta Maomé, produzido nos Estados Unidos. A produção motivou protestos violentos em todo o mundo muçulmano, inclusive um ataque à embaixada americana na Líbia, que deixou quatro mortos. "Anuncio que a pessoa que matar o homem que violou a santidade do profeta receberá o prêmio de US$ 100 mil", afirmou o ministro Federal do Paquistão, Ghulam Ahmed Bilour. O líder também convidou os membros das organizações Taleban e Al-Qaeda a tomarem parte no que ele chamou de "ação nobre". Informações da Dow Jones.

Um comentário:

  1. Opa,bom dia,Olha eu aqui denovo,blog muito bom,sempre que dá passo por aqui,continua postando ai,quero ver isso aqui cada vez melhor,alguem ai sabe desse site http://www.rastreadorgps.org/ ? to querendo saber se é bom,dizem que rastrea carro,moto,pessoas até...alguem ja ouvir falar?abraços,bom trabalho ai com o blog que ta fera!

    ResponderExcluir